Residência

O Programa de Residência Artística é uma iniciativa da FMA pautada na experimentação por meio da imersão, pesquisa e criação, em uma vivência para gerar trabalhos multidisciplinares, integrados à diversas linguagens.

2016

A FMA apoia a Residência Artística L.O.T.E (Lugar, Ocupação, Tempo, Espaço), criada em 2011, pelos artistas-educadores Agnus Valente, José Spaniol e Sérgio Romagnolo. Nessa edição, a Fábrica de Arte Marcos Amaro (FAMA) recebeu 40 estudantes da Unesp, gratuitamente, para uma imersão artística de seis dias. Desse experimento, nasceu, em 2017, a exposição Trama e Veio, que reuniu obras dos artistas selecionados: André Schütz, Gabriel Marcondes Egestos, Luisa Almeida e Sandra Mazzini.

2017

Nesta edição, a FMA apoiou a Residência Artística L.O.T.E na Serrinha, em Bragança Paulista.

2018

Barbara Hindahl é a primeira residente estrangeira na Fábrica de Arte Marcos Amaro. Após 30 dias de imersão artística na FAMA, produziu a instalação Raio Pó Luz, nos Velhos Galpões.

Pelo terceiro ano consecutivo, a FMA recebe na sede em Itu 40 alunos da Residência Artística L.O.T.E para uma imersão em produção e vivência artística.