Grupo EmpreZa

Grupo EmpreZa
11 de julho de 2019 Rafael Kamada

Reconhecido pela ousadia, o Grupo EmpreZa é um coletivo goiano de artistas plásticos que, desde 2001, atua no campo da performance e, mais recentemente, incorpora vídeo e fotografia a seu processo criativo.

Entre várias cabeças pensantes, assume o caráter da visceralidade coletiva: testa os limites do corpo e do público com uma poética sobre questões de tempo, materialidade, dor, resistência, exaustação e violência; e, depois, equaciona tudo, como fórmulas matemáticas.

Esses corpos diversos se apresentam tal como são, em suas belezas, diferenças e capacidades próprias. Eis o mote da arte performática, que, na perspectiva da História da Arte, trabalha com a figura humana sem qualquer representação ou idealização.

Antes de tudo, a performance é uma prática mental construída fisicamente diante do público. Uma linguagem em que o corpo opera como verdadeiro objeto, esfera de ação e também matéria transformadora da expressividade política, o que transgride meros movimentos (des)controlados.

Sob essa perspectiva, o Grupo EmpreZa leva suas pesquisas e ações ao limite da fisicalidade artística, convergindo autorias nas construções experimentais entre a força (do corpo) e o vazio (do espaço).

Quinto nome contemplado na última edição do Edital de Ocupação da Fábrica de Arte Marcos Amaro, o Grupo fará uma residência artística ao longo deste mês de julho na FAMA, onde desenvolverá oficinas e, claro, performances, além de criar um espaço expositivo para apresentar fotografias e registros de seus processos.

Serviço gratuito de ônibus | São Paulo – Itu

13 de julho – Reservas até 12 de julho
INSCREVA-SE

20 de julho – Reservas até 17 de julho
INSCREVA-SE

27 de julho – Reservas até 24 de julho
INSCREVA-SE