Nicolas Vlavianos

Nicolas Vlavianos
14 de junho de 2018 Stefânia Sangi

A primeira impressão causada por essa obra de Nicolas Vlavianos (Atenas – Grécia, 1929) é sem dúvida a expressividade de um objeto sobre o qual já existe um conceito formado e cuja funcionalidade parece corriqueira e banal. Num segundo momento, os quase três metros de altura a obra “A Grande Vassoura” coloca-se majestosamente grandiosa, em seu pedestal, na nossa frente, beirando o limiar entre o belo e o cômico.

Vlavianos, no entanto, gostava de explorar os meandros das referências mitológicas em alguns de seus trabalho. A vassoura, na mitologia romana, representa a deusa Deverra, que protegia as parteiras e as mulheres em trabalho de parto, além de limpar as más influências nos templos e lugares sagrados. Há ainda aqueles que preferem associar o objeto às bruxas e magias. Fica ao seu critério.